Blog

Quatro dicas práticas para acertar no treino da academia

woman running on a treadmill

As academias estão lotadas! Isso porque muitos estão tentando cumprir as promessas de ano novo, outros buscam um estilo de vida mais saudável e tem aqueles que só querem melhorar o corpo para curtir o verão e o Carnaval.

Mas, independentemente dos motivos que os levaram à uma academia, muitos estão ali pela primeira vez ou são turistas (aqueles que aparecem esporadicamente), por isso é importante entender que não é só um bom instrutor que faz um bom treino, algumas regrinhas de devem ser respeitadas.

1. Não use peças de poliéster: academia exige roupas adequadas, mas não só pelo conforto, como shorts e camisetas, mas também pelo material que são produzidas. Sim, se para o seu dia a dia você compra e usa qualquer tecido, na academia não funciona assim. Por isso, saiba, que você NÃO DEVE USAR POLÍESTER, especialmente nas camisetas, regatas, cuecas e meias. Prefira peças feitas de poliamida, pois além de ter um toque mais macio, os tecidos com essa fibra são mais resistentes, não formam bolinha, permitem a respiração da pele e, por isso, não deixam você com mal cheiro, já que não esquentam o corpo, evitando a proliferação de bactérias. Ao comprar um produto, olhe a etiqueta interna de composição para descobrir qual é o material.

2. Escolha o tênis certo: cuidado, talvez aquele tênis que você usa para passear não seja o mais indicado para realizar atividade física. A tecnologia dos calçados muda conforme o esporte, assim você deve ter tênis para corrida, vôlei, trekking e academia. Isso tudo é para evitar que os diferentes esforços e seus impactos lesionem suas articulações e coluna, podendo acelerar o desgaste ósseo, levando até uma fratura. Os tênis para academia devem priorizar a estabilidade em atividades de longa duração, o conforto através de palmilhas macias, ser antiderrapante e garantir a respiração da pele do pé. Já para atividades aeróbicas o impacto do corpo é maior e, por isso, amortecedores dianteiros também são necessários.

3. Whey protein não funciona? Essa foi a notícia que bombou nas redes sociais no início de 2016. O médico Stuart Gray, da Universidade de Glasgow, do Reino Unido, ajudou o programa da BBC chamado “Trust Me, I’m a Doctor” a desvendar os efeitos da proteína do soro de leite. No experimento, tomar suplemento de proteína não teve nenhum efeito sobre a força e o crescimento muscular dos participantes. A recomendação é que se você está saudável e sua dieta é equilibrada, não precisa gastar dinheiro com whey protein esperando ganhar músculos.

Fonte: Mais informações sobre o experimento na página da BBC.